Netos do Pôpa

Art & Wine Dealers

badge

Vanessa e Stéphane

 

Para Stéphane Ferreira o vinho, tinto ou branco, acompanha muito bem a irreverência. Para Vanessa Ferreira, o vinho é sinónimo de romantismo, com um final de boca hedonista.

São dois netos, dois filhos, dois irmãos licenciados em Gestão de Marketing, que herdaram o gosto pela vinha, via hereditária, e em 2010, fizeram o que estava destinado a ser feito, criaram a marca Quinta do Pôpa, altura em que fincaram definitivamente o pé (franco) no Douro.

Desde então produzem vinhos nas encostas durienses que mantêm técnicas tradicionais de vinificação, mas também desafiam algum conservadorismo secular com novas formas de olhar a vinificação.

O nome nada tem a ver com penteados, é uma homenagem ao avô de ambos, Francisco Ferreira, de alcunha Pôpa. A arte e o vinho são duas vertentes que os movem, daí terem criado sinergias de produtores, enólogos e artistas para explorar novas obras de arte vínicas.

Aparentemente parecidos, Vanessa e Stéphane, não podiam ser mais distintos o que faz de cada vinho que produzem, um milagre de negociação, da maturação e da discussão.

(Atenção aos mais incautos: os netos do Pôpa não são inoculáveis, fazem fermentações selvagens.)

Pin It on Pinterest

Share This